Quarta-feira, 31 de Dezembro de 2008

Depois de uma ano recheado de muitos e bons livros, como Uma Villa em Itália, de Elizabeth Edmondson, A Ilha das Garças, de Sue Monk Kidd, Um Amor a Três, de Anny Duperey, O Amante Albanês, de Susana Fortes, O Clube de Tricô de Sexta à Noite, de Kate JacobsAs Regras da Sedução, de Madeline Hunter, e Nunca me Esqueças, de Lesley Pearse, o ano de 2009 promete muito, com novas autoras e com novos livros de Lesley Pearse, Elizabeth Edmondson, Madeline Hunter, Nicky Pellegrino e de Barbara e Stephanie Keating.

Até lá, feliz Ano Novo e boas leituras!



publicado por Rita Mello às 14:57 | link do entrada | comentar | ver comentários (1) | favorito

Lesley Pearse é uma das mais estimadas romancistas do Reino Unido, traduzida para mais de trinta línguas e com cerca de três milhões de exemplares vendidos. Em Portugal, apesar de ser uma autora desconhecida, o seu romance Nunca Me Esqueças foi um estrondoso sucesso. Uma contadora de histórias talentosa e uma mestre em enredos que mantêm os leitores agarrados do início ao fim, Lesley Pearse apresenta-nos personagens que não conseguimos esquecer. Não há uma fórmula para os seus livros ou um género em que os possamos catalogar. Quer seja o crime em Till We Meet Again, o romance histórico de aventuras como Never Look Back ou o apaixonadamente emotivo Trust Me, baseado no escândalo verídico do envio de crianças para a Austrália no pós-guerra, ela tem a capacidade para envolver completamente o leitor.

 

A realidade ultrapassa muitas vezes a ficção e a vida de Lesley tem sido tão recheada de drama como os seus livros. Ela tinha três anos quando a mãe morreu em circunstâncias trágicas. O pai estava em alto-mar e foi só quando uma vizinha viu Lesley e o irmão a brincar fora de casa sem os casacos vestidos que se começou a suspeitar o que acontecera – a mãe deles já estava morta há algum tempo. Com o pai na Marinha, Lesley e o irmão mais velho passaram três anos em orfanatos sombrios antes de o pai voltar a casar com uma terrível ex-enfermeira do Exército. Lesley e o irmão regressaram a casa, acompanhados por duas crianças que foram depois adoptadas pelo pai e pela madrasta e por uma corrente constante de crianças, pois tornaram-se numa família de acolhimento. O impacto das constantes mudanças e da incerteza nos primeiros anos de vida de Lesley reflecte-se num dos temas mais recorrentes dos seus livros: o que acontece a quem sofre perdas emocionais durante a infância. Ela teve uma infância fora do vulgar e, em todos os seus livros, Lesley conseguiu conciliar a dor e a infelicidade das suas primeiras experiências com um talento único para contar histórias.



publicado por Rita Mello às 12:11 | link do entrada | comentar | favorito

Terça-feira, 30 de Dezembro de 2008

Diana Pinheiro:

Para mim as três regras de sedução mais importantes são o mistério, porque gera curiosidade e a curiosidade é a base do desejo, o sorriso porque é uma arma que penetra nas mais guarnecidas fortalezas e a sensualidade de um olhar

 

Sara Marques:

Soltar através da mais simples das expressões, como o sorriso ou o olhar, um grito mudo de ternura, carinho, desejo e desafio;

Ancorar o mistério ao desconhecido, transformando-o num porto seguro para os anseios;

Mascarar a espontaneidade do momento, emergindo-a num rasgo de transparência e sinceridade...

 

Sara Ferreira:

Olhar com o olhar da alma, aquele olhar que consegue falar sem nenhum som sair;

Sorrir, como só sorri quem ama, quem nasce e quem aprende algo novo, um sorriso que nos prende, que nos chama e que nos faz acreditar no impossível;

Falar dizendo olá, como apenas diz um piano, uma melodia muito profunda, falar como fala a musica, o céu, a brisa da manhã.

 

Neusa do Vale:

O verdadeiro e melhor tipo de sedução é aquele sem regras nem condições, em que dois olhares se encontram, em que um sorriso faz tremer, e um simples toque faz ansiar por mais.

 

Maria José Antunes:

3) Tornar o jogo de sedução num jogo a dois. Nunca se limitar a guiá-lo, mas a fazê-lo intervir no processo.

2) Procurar sempre agitar os seus sentidos e instintos mais ocultos ou dormentes. A sedução torna-se muito mais eficaz.

1) Acima de tudo, começar sempre por seduzir-se a si mesma!



publicado por Rita Mello às 15:15 | link do entrada | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

O prazo para a recepção das respostas ao concurso As Regras da Sedução termina hoje à meia-noite. Os vencedores vão ser anunciados na próxima semana.

Boa sorte a todos as leitoras e leitores e votos de um feliz Natal!



publicado por Rita Mello às 10:49 | link do entrada | comentar | favorito

Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2008

Já está online o blogue sobre a Joanne Harris e a sua obra, dedicado aos fãs da autora. Podem visitá-lo em http://joanneharris.blogs.sapo.pt.



publicado por Rita Mello às 15:03 | link do entrada | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quais são as três regras da sedução mais importantes para si?

Responda a esta questão enviando um e-mail para joanneharris@sapo.pt e habilite-se a um dos cinco exemplares que a ASA tem para lhe oferecer neste Natal.



publicado por Rita Mello às 14:41 | link do entrada | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2008


As regras dele vão iniciá-la no mundo do prazer e da sensualidade.
As regras dela vão subjugá-lo.

Hayden chega sem aviso e sem ser convidado – um estranho com motivações secretas e um forte carisma. Em poucas horas, Alexia Welbourne vê a sua vida mudar irremediavelmente. A relação entre ambos é tensa, agitada e incómoda. Para Alexia, Hayden é o culpado da sua desventura: sem dote, ela perdeu qualquer esperança de algum dia se casar. Mas tudo muda quando Hayden lhe rouba a inocência num acto impulsivo de paixão. As regras da sociedade obrigam-na a casar com o homem que arruinou a sua família. O que ela desconhece é que o seu autoritário e sensual marido é movido por uma intenção oculta e carrega consigo uma pesada dívida de honra. Para a poder pagar, ele arriscará tudo... excepto a mulher, que começa a jogar segundo as suas próprias regras…


publicado por Rita Mello às 14:35 | link do entrada | comentar | ver comentários (14) | favorito

Leia aqui o primeiro capítulo de As Regras da Sedução.



publicado por Rita Mello às 14:35 | link do entrada | comentar | favorito

“Um romance fascinante onde Madeline Hunter exibe o seu grande talento para contar histórias inesquecíveis. O seu herói e a sua igualmente fascinante heroína fazem deste livro uma leitura irresistível…”

Romantic Times
 
“Madeline Hunter é magistral em atrair os leitores para a história e a criar personagens extremamente reais e emoções poderosas.”
Booklist
 
“Um romance rico em personagens e enredo, rico em espírito e emoção, e rico na sua capacidade para satisfazer qualquer leitor.”
Romance Reviews Today


publicado por Rita Mello às 14:34 | link do entrada | comentar | favorito

Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2008

Gonçalo Catarino:

Iria até ao fundo do meu ser descobrir o melhor que há em mim para oferecê-lo sem reservas à pessoa que eu amo.
 

Sara Marques:

Tão longe que o horizonte estaria a um passo de mim, tão fundo que o imenso Oceano seria só mais um degrau, tão alto que as nuvens seriam o meu chão.

 

Ana Filipe:
O amor... leva-nos onde não pensamos ir, leva-nos ao caminho do não desistir, leva-nos a perder, a ganhar, a não esquecer, a perdoar. Por amor, vou onde a alma me levar.

 

Raquel Vinagre:

Iria para onde o sol apontasse,

o vento me levasse,

a lua me chamasse

e a vista me alcançasse

só para poder estar com o meu amor!

 

Vítor Rodrigues:

Confesso que por amor iria,

Até onde a vista alcançasse,

Até que o coração permitisse,

E a minha paixão falasse.

 

 



publicado por Rita Mello às 17:23 | link do entrada | comentar | ver comentários (3) | favorito

Sexta-feira, 5 de Dezembro de 2008

Acompanhe todas as novidades do blogue Chocolate para a Alma através do Twitter em http://twitter.com/chocolatealma.


tags:

publicado por Rita Mello às 16:25 | link do entrada | comentar | favorito

O prazo para a recepção das respostas ao concurso Até onde iria por amor? termina hoje à meia-noite. Os vencedores vão ser anunciados na próxima semana.

Mais uma vez, boa sorte a todos!



publicado por Rita Mello às 16:14 | link do entrada | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

Responda a esta questão e habilite-se a ganhar um dos cinco exemplares de Nunca me Esqueças que a ASA tem para lhe oferecer. A frase terá de ter no máximo 150 caracteres e de ser enviada para o e-mail joanneharris@sapo.pt.

Boa sorte!



publicado por Rita Mello às 14:24 | link do entrada | comentar | ver comentários (17) | favorito



publicado por Rita Mello às 11:35 | link do entrada | comentar | favorito

arquivos

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

a arte de amar

a casa do lago

a crítica

a herança

a leste do sol

a melodia do amor

a menina na falésia

a noiva italiana

agatha christie

agnès desarthe

agridoce

alice hoffman

alona kimhi

annie murray

anthony capella

as meninas dos chocolates

as raparigas da villa

as regras da sedução

as vidas privadas de pippa lee

autobigrafia

barbara e stephanie keating

barbara taylor bradford

bernardine kennedy

bernhard schlink

biografia

casamento de conveniência

chimamanda ngozi adichie

chris cleave

cinema

coleção crime à hora do chá

concurso

confissões ao luar

corações sagrados

crítica

crónica de paixões & caprichos

daniel mason

divorciada aos 10 anos

doces aromas

documentos

domenica de rosa

elizabeth edmondson

entrevista

esther freud

excerto

filme

jaycee dugard

jean sasson

joanne harris

jogos de sedução

julia gregson

julia quinn

kate jacobs

katherine webb

kunal basu

lesley pearse

lições de desejo

lili la tigresse

lucinda riley

madeline hunter

mary balogh

mil noites de paixão

natasha solomons

nicholas sparks

nicky pellegrino

nojoud ali

nunca digas adeus

nunca me esqueças

o clube de tricô de sexta à noite

o português inquieto

o segredo de sophia

os ingredientes do amor

os pecados de lord easterbrook

paullina simons

pequena abelha

prémios

procuro-te

quem quer ser bilionário

rani manicka

razões do coração

rebecca miller

roopa farooki

sam bourne

sarah dunant

segue o coração – não olhes para trás

seis suspeitos

sinopse

susanna kearsley

teu para sempre

top

trailer

trilogia langani

um verão em siena

uma carta inesperada

uma casa de família

uma noite de amor

uma vida ao teu lado

vida roubada

vídeo

vikas swarup

w bruce cameron

todas as tags

subscrever feeds