Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHOCOLATE PARA A ALMA – LER NÃO ENGORDA

CHOCOLATE PARA A ALMA – LER NÃO ENGORDA

15
Mai12

A MENINA NA FALÉSIA – LUCINDA RILEY

Rita Mello

 

 

Há paixões que nos correm no sangue.

Como uma herança.

Como um talismã.


Pode um segredo perpetuar-se por cem anos?

 

Grania Ryan tem em Nova Iorque a vida com que sempre sonhou. Tudo é perfeito até ao dia em que o seu desejo mais íntimo é brutalmente estilhaçado. Arrasada, Grania decide voltar à Irlanda e aos braços da sua adorada família. E é aqui, à beira de uma falésia, que conhece Aurora Lisle, a menina que vai mudar profundamente a sua vida.

A ligação entre ambas é imediata e profunda. Pouco a pouco, Grania descobre que as histórias das suas duas famílias estão estranha e intrinsecamente ligadas…

De um agridoce romance na Londres do tempo da grande guerra a uma relação tempestuosa na Nova Iorque contemporânea; da devoção a uma criança terna e carente a memórias esquecidas de um irmão perdido, o passado e o presente das famílias Ryan e Lisle estão unidos há um século. Cem longos anos de equívocos e segredos, paixões e ódios… Apenas a intuição e a coragem de Aurora poderão quebrar o feitiço e vencer as barreiras que o passado ergueu.

 

Assombrosa, terna e comovente, a história de Aurora é uma inspiração para todos nós. Um exemplo de como a esperança e o amor podem ultrapassar todas as perdas.

15
Mai12

A MENINA NA FALÉSIA – O EXCERTO

Rita Mello

 

 

O vento soprava agora nos seus ouvidos e começara a dar voz à sua raiva. Grania estacou a dez metros da menina, que ainda estava imóvel. Ela viu como os pequenos dedos dos pés arroxeados dela a fixavam estoicamente à rocha, à medida que que o vento crescente vergastava e agitava o seu corpo franzino como um salgueiro jovem. Ela aproximou-se ainda mais da menina, parando imediatamente atrás dela, sem saber o que fazer a seguir. O instinto de Grania dizia-lhe para correr em frente e agarrá-la, mas se a menina se assustasse e se voltasse, um passo em falso podia resultar numa tragédia inimaginável, levando a criança a uma morte certa numa queda de trinta metros até às rochas cobertas de espuma lá em baixo.

Grania estacou, invadida pelo pânico à medida que tentava pensar desesperadamente na melhor forma de a afastar do perigo. Mas antes que conseguisse tomar uma decisão, a menina deu lentamente meia-volta e olhou-a fixamente com olhos que não viam.

 

Podem ler o primeiro capítulo de A Menina na Falésia, de Lucinda Riley, aqui.

14
Mai12

A ASA É A NOVA CASA DE NICHOLAS SPARKS EM PORTUGAL

Rita Mello


O escritor norte-americano Nicholas Sparks e a ASA chegaram a acordo para a edição da obra do autor em Portugal.

Com dezassete livros publicados e traduzidos para quarenta e cinco línguas, Nicholas Sparks é um dos autores mais acarinhados pelos leitores de todo o mundo. As suas histórias de amor, solidariedade e esperança inspiraram já sete adaptações para o cinema, tendo vendido mais de 600 mil exemplares em Portugal.Na ASA, Nicholas Sparks terá o parceiro ideal para esta sua nova aventura em Portugal.

Nicholas Sparks nasceu em Omaha, no Nebrasca, Estados Unidos, em 1965. Durante a infância viveu no Minnesota, em Los Angeles e Grand Island até se estabelecer em Fair Oaks, na Califórnia, aos oito anos. O seu pai era professor e a mãe dona de casa e depois assistente de optometria. Concluiu o ensino secundário em 1984 como o melhor aluno da sua escola e recebeu uma bolsa de estudo de atletismo da Universidade de Notre Dame, no Indiana.
Foi enquanto recuperava de uma lesão que escreveu o seu primeiro romance, que nunca foi publicado. Em 1988, concluiu com distinção o seu curso de Finanças Empresariais e, ao longo dos três anos seguintes, teve os mais variados empregos, desde empregado de mesa, avaliador imobiliário, vendedor de produtos dentários e, posteriormente, farmacêuticos.

O seu primeiro romance, O Diário da Nossa Paixão, foi publicado em 1996 e foi um bestseller instantâneo, tendo sido depois adaptado para o cinema. Seguiram-se romances como As Palavras que Nunca Te Direi, O Sorriso das Estrelas e A Melodia do Adeus, que cimentaram a sua posição como um dos escritores mais estimados em todo o mundo.

Vive atualmente na Carolina do Norte com a mulher e a família.



11
Mai12

ENTREVISTA A DOMENICA DE ROSA, AUTORA DE CARTAS DA TOSCANA

Rita Mello

 

 

Porque escolheu a Toscana como cenário para este livro?

Para mim a Toscana é o Paraíso. É quase insuportavelmente maravilhosa. Tal como muita gente, passo bastante tempo a sonhar em comprar a minha villa perfeita na Toscana. É um sonho quase universal. No entanto, há um lado não tão conhecido da Toscana e quis explorar isso no livro. É um bocado condescente estar a escrever sobre o pôr do sol e o vinho sem explorar o lado mais sombrio.

Qual é o lado mais sombrio?

A Toscana tem uma história longa e sangrenta; desde os Etruscos aos Romanos, da Renascença à Segunda Guerra Mundial, houve sempre batalhas travadas nas suas colinas. A região onde decorre a ação, os Alpe della Luna (montanhas da Lua), foi palco dos mais duros confrontos entre a Resistência e os Alemães. Foi por isso que pus Raffaello a descobrir os corpos dos partisans assassinados na Villa Serena. Eu queria mostar como a guerra ainda está presente na mente de muitos italianos.

Porque fez do seu herói um arqueólogo?

Bem, o meu marido é arqueólogo! Tal como Raffaello, ele é moreno e atraente, mas é aí que provavelmente as semelhanças acabam. Eu queria escrever sobre arqueologia, sobre desenterrar literalmente o passado, para refletir o tema da obsessão de Emily com o seu próprio passado e com o seu ex-namorado.

Acha que estamos demasiados obcecados com o passado?

Somos todos viciados na nostalgia. Confesso que já procurei amigos no Friends Reunited, mas acho que há algum perigo nisso. Podemos achar que estamos obcecados em encontrar velhos amantes, mas estamos realmente à procura da nossa juventude perdida e não a vamos encontrar no Google.

Porque usou diferentes narradores no livro?

Queria tentar escrever a partir de diferentes perspetivas e ver como o sonho da Toscana era encarado por Paris, a filha do meio que odeia a Itália, ou Siena, que está apaixonada por um rapaz italiano. As partes que mais gostei de escrever são as de Charlie, o filho de quatro anos de Emily. Gostei particularmente do facto de Charlie ver mais do que toda a gente, guardando, no entanto, tudo para ele.

09
Mai12

PASSATEMPO – CARTAS DA TOSCANA, DE DOMENICA DE ROSA

Rita Mello

 

 

Responda corretamente a esta questão e ganhe um dos três exemplares de Cartas da Toscana, de Domenica de Rosa, que a ASA tem para oferecer.


– O passatempo decorre até dia 14 de maio
– Só é permitida uma participação por pessoa, morada e e-mail
– Só são aceites participações de residentes em Portugal Continental e Ilhas
– Participações com respostas incorretas ou dados incompletos serão eliminadas
– O vencedor será sorteado aleatoriamente entre todas as participações corretas e completas, sendo posteriormente contactado pela ASA
– A ASA não se responsabiliza por qualquer extravio nos correios

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

O Meu Outro Blogue

  •  
  • Editoras

  •  
  • Escritoras

  •  
  • Blogues

    Arquivo

    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2014
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2013
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2012
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2011
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2010
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2009
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2008
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D