Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHOCOLATE PARA A ALMA – LER NÃO ENGORDA

CHOCOLATE PARA A ALMA – LER NÃO ENGORDA

10
Ago10

E OS VENCEDORES DO PASSATEMPO A CASA DO MAR SÃO...

Rita Mello

 

Para além de A Casa do Mar , que romances de Esther Freud foram já publicados na ASA?

Resposta: Um Verão em Siena

Vencedores:

01 – Cláudia Alexandra Varela Cruz

25 – Marco Santos

50 – Maria Narcisa Padre Santo Rocha Teles

75 – Clara Simões

100 –Francisca Patita

 

Parabéns aos vencedores e obrigada a todos os participantes!

E boas férias!{#emotions_dlg.sol}


04
Ago10

PASSATEMPO – A CASA DO MAR

Rita Mello

 

 

Para além de A Casa do Mar , que romances de Esther Freud foram já publicados na ASA?

 

Envie a sua resposta para joanneharris@sapo.pt – e se estiver correcta e for a 1.ª, a 25.ª, a 50.ª  75.ª ou a 100.ª a chegar, ganha automaticamente um dos cinco exemplares de Casa do Mar, de Esther Freud, que a ASA tem para oferecer. A data limite é domingo, dia 8 de Agosto.

03
Ago10

A CASA DO MAR – ESTHER FREUD

Rita Mello

 

 

Quando abandona temporariamente a cidade de Londres rumo a uma pequena vila costeira, a jovem Lily sente-se imediatamente arrebatada pela paisagem deslumbrante e pelo ritmo da pequena comunidade. Ela está a seguir as pisadas do falecido arquitecto Klaus Lehmann, objecto de estudo da sua tese académica. Mas, à medida que aprofunda a sua pesquisa, o fascínio pela vida de Klaus ameaça suplantar a admiração pela sua obra. Será com “uma ponta de inveja” que a jovem descobre a intensidade da paixão que Klaus sentia pela mulher, Elsa. Os laços que uniram os dois amantes agitam ainda as páginas de inúmeras cartas de amor. Ao lê-las, Lily reconstrói a história do casal e, sozinha na sua casa junto ao mar, começa a questionar a sua própria vida. A agitada rotina londrina, a carreira e a relação com o namorado enfrentam agora novos e desafiadores sonhos e emoções. Gradualmente, Lily apercebe-se de que o vazio que sente pode não ser preenchido com um simples regresso a casa…

 

Bisneta de Sigmund Freud e filha do pintor Lucien Freud, Esther inspirou-se livremente na correspondência do seu avô Ernst – conferiu inclusivamente ao personagem de Klaus Lehmann alguns dos seus traços – para, com um talento e profundidade únicos, explorar os caminhos tortuosos da mente humana e o poder ilimitado do amor.

03
Ago10

A CASA DO MAR – A CRÍTICA

Rita Mello

 

 

Esther é filha do pintor Lucien Freud, a quem serviu de modelo, e bisneta de Sigmund Freud – que se orgulharia pela maneira como alguns temas, sobretudo o sexo e a morte, são abordados.”

José Riço Direitinho, Público


“Um sensual e inteligente romance sobre o amor, os seus símbolos e o poder transformador dos lugares que habitamos.”

The Washington Post

 

“O melhor livro de Esther Freud até à data.”

Louis de Bernières, autor de O Bandolim do Capitão Corelli

 

“Resplandecente, generoso, impecavelmente escrito. Como todas as grandes obras, é um romance que perdura na memória do leitor.”

The Guardian

 

“Uma assombrosa e empolgante leitura carregada de reviravoltas.”

Daily Express

 

“O talento de Esther Freud para evocar o amor – e todas as suas complexas ramificações – torna este romance verdadeiramente imperdível.”

Marie Claire

 

“Uma obra elegante sobre o amor e as suas decepções. O mais ambicioso e maduro romance de Esther Freud até à data.”

The Daily Telegraph

 

“Fantástico e maravilhoso. O melhor romance de Esther Freud .”

Harpers & Queen

 

“Delicado e sofisticado. Um romance elegante que perdura na memória do leitor muito depois do seu final.”

Time Out London

 

“Admirável.”

The Sunday Times

 

“Inteligente e fascinante. Esther Freud evoca na perfeição a atmosfera de uma aldeia costeira e prova que é possível nos apaixonarmos por um lugar onde o rio encontra o mar.”

The Independent on Sunday

 

“Esplêndido… Um romance construído com uma precisão maravilhosa.”

Publishers Weekly

22
Mai09

ESTHER FREUD

Rita Mello

Esther Freud nasceu em Londres em 1963. Oriunda de uma família bastante conhecida – filha do pintor Lucien Freud e bisneta de Sigmund Freud –, foi actriz antes de se dedicar à literatura. Hideous Kinky, o seu primeiro romance, foi finalista do John Llewellyn Rhys Prize 1992 e adaptado ao cinema num filme protagonizado por Kate Winslet. Em 1993, integrou a lista dos Melhores Jovens Romancistas Britânicos da prestigiada revista Granta. Para além de A Casa do Mar, na ASA está também publicado o seu romance Um Verão em Siena.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

O Meu Outro Blogue

  •  
  • Editoras

  •  
  • Escritoras

  •  
  • Blogues

    Arquivo

    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2014
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2013
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2012
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2011
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2010
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2009
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2008
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D