Quinta-feira, 23.12.10



publicado por Rita Mello às 22:00 | link do entrada | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 08.10.10

 

Que efeméride relativa a Agatha Christie se assinalou no dia 15 de Setembro de 2010?

Resposta: os 120 anos do nascimento da Rainha do Crime.

01 – Bruno Silva

50 – Cátia Pinto

100 – Inês Matos


Parabéns aos vencedores e obrigada a todos os participantes!



publicado por Rita Mello às 13:08 | link do entrada | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 01.10.10

 

Que efeméride relativa a Agatha Christie se assinalou no dia 15 de Setembro de 2010?


Envie a sua resposta para joanneharris@sapo.pt – e se estiver correcta e for a 1.ª, a 50.ª, ou a 100.ª a chegar, ganha automaticamente um dos três packs de edições edições especiais comemorativas compostas por Um Crime no Expresso do Oriente e Anúncio de um Crime , que a ASA tem para oferecer. A data limite é terça-feira, dia 5 de Outubro.



publicado por Rita Mello às 14:55 | link do entrada | comentar | favorito

 

Anuncia-se um assassinato, a ter lugar em Little Paddocks, sexta-feira 29 de Outubro, pelas 18h30. Amigos, aceitem este convite, será o único.

É desta forma que o jornal local apresenta o enigmático anúncio que vai despertar grande entusiasmo em Chipping Cleghorn. Curiosos, todos os amigos e conhecidos de Letitia Blacklock, proprietária de Little Paddocks, decidem não faltar ao convite. Todavia, também Letitia é apanhada de surpresa; mas, como boa anfitriã que é, acha por bem participar na festa. Todos esperavam uma partida ou um jogo – escolhe-se um «assassino secreto», apagam-se as luzes, a «vítima» cai e os jogadores tentam adivinhar quem foi o culpado. Prometia ser divertido, até que é encontrada a vítima… assassinada! Um jogo tão mortífero como este requer o melhor jogador de todos: Miss Jane Marple.



publicado por Rita Mello às 09:52 | link do entrada | comentar | favorito

 

 

Miss Marple é uma solteirona de 65/70 anos que vive em St. Mary Mead, uma pequena aldeia inglesa. Embora não pareça, à partida, ser uma detective das mais convincentes, acaba por convencer de todas as vezes (e são muitas) que defronta um mistério, obtendo vitórias onde a polícia apenas obtivera fracassos. O segredo do seu sucesso reside, não na utilização de métodos de investigação convencionais, mas sim no seu próprio instinto, experiência e conhecimento – profundíssimo – da natureza humana.

Ainda que se revele uma pessoa simpática e bem-disposta, no seu íntimo espera sempre o pior de tudo e todos, o que, com uma precisão assustadora, se revela acertado na maioria das vezes. Tal como a própria Agatha Christie escreveria na sua autobiografia «a Miss Marple já nasceu idosa, o que – tal como aconteceu com Poirot – viria a revelar-se uma escolha pouco acertada, pois ela acompanhar-me-ia durante muitos mais anos do que os inicialmente planeados. Se eu tivesse um sexto sentido, teria escolhido um adolescente para meu primeiro detective, dessa forma ele teria a oportunidade de crescer e envelhecer comigo».



publicado por Rita Mello às 09:52 | link do entrada | comentar | favorito

 

 

 

 

 

 

Agatha Christie nasceu Agatha May Clarissa Miller, em Torquay, na Grã-Bretanha, no dia 15 de Setembro de 1890.

Durante a I Guerra Mundial, prestou serviço voluntário num hospital, primeiro como enfermeira e depois como funcionária da farmácia e do dispensário. Esta experiência revelar-se-ia fundamental, não só para o conhecimento dos venenos e preparados que figurariam em muitos dos seus livros, mas também para a própria concepção da sua carreira na escrita. Com o seu segundo marido, o arqueólogo Max Mallowan, Agatha viajaria um pouco por todo o mundo, participando activamente nas suas escavações arqueológicas, nunca abandonando contudo a escrita, nem deixando passar em claro a magnífica fonte de conhecimentos e inspiração que estas representavam. Autora de cerca de 300 obras (entre romances de mistério, poesia, peças para rádio e teatro, contos, documentários, uma autobiografia e seis romances publicados sob o pseudónimo de Mary Westmacott), viu o seu talento e o seu papel na literatura e nas artes oficialmente reconhecidos em 1956, ano em que foi distinguida com o título de Commander of the British Empire. Em 1971, a Rainha Isabel II consagrou-a com o título de Dame of the British Empire. Deixando para trás um legado universal celebrado em mais de cem línguas, a Rainha do Crime, ou Duquesa da Morte (como ela preferia ser apelidada), morreu em 12 de Janeiro de 1976.

Em 2000, a 31st Bouchercon World Mystery Convention galardoou Agatha Christie com dois prémios: ela foi considerada a Melhor Escritora de Livros Policiais do século XX e os livros protagonizados por Hercule Poirot a Melhor Série Policial do mesmo século.


Para mais informações pode consultar o site oficial da autora em

www.agathachristie.com.



publicado por Rita Mello às 09:49 | link do entrada | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 30.09.10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por Rita Mello às 14:30 | link do entrada | comentar | ver comentários (1) | favorito

arquivos

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

a arte de amar

a casa do lago

a crítica

a herança

a leste do sol

a melodia do amor

a menina na falésia

a noiva italiana

agatha christie

agnès desarthe

agridoce

alice hoffman

alona kimhi

annie murray

anthony capella

as meninas dos chocolates

as raparigas da villa

as regras da sedução

as vidas privadas de pippa lee

autobigrafia

barbara e stephanie keating

barbara taylor bradford

bernardine kennedy

bernhard schlink

biografia

casamento de conveniência

chimamanda ngozi adichie

chris cleave

cinema

coleção crime à hora do chá

concurso

confissões ao luar

corações sagrados

crítica

crónica de paixões & caprichos

daniel mason

divorciada aos 10 anos

doces aromas

documentos

domenica de rosa

elizabeth edmondson

entrevista

esther freud

excerto

filme

jaycee dugard

jean sasson

joanne harris

jogos de sedução

julia gregson

julia quinn

kate jacobs

katherine webb

kunal basu

lesley pearse

lições de desejo

lili la tigresse

lucinda riley

madeline hunter

mary balogh

mil noites de paixão

natasha solomons

nicholas sparks

nicky pellegrino

nojoud ali

nunca digas adeus

nunca me esqueças

o clube de tricô de sexta à noite

o português inquieto

o segredo de sophia

os ingredientes do amor

os pecados de lord easterbrook

paullina simons

pequena abelha

prémios

procuro-te

quem quer ser bilionário

rani manicka

razões do coração

rebecca miller

roopa farooki

sam bourne

sarah dunant

segue o coração – não olhes para trás

seis suspeitos

sinopse

susanna kearsley

teu para sempre

top

trailer

trilogia langani

um verão em siena

uma carta inesperada

uma casa de família

uma noite de amor

uma vida ao teu lado

vida roubada

vídeo

vikas swarup

w bruce cameron

todas as tags

subscrever feeds