Sexta-feira, 01.07.11

 

 

Para além de A Rainha dos Gelados, que romances de Anthony Capella foram já publicados pela ASA?

Resposta: Receitas de Amor, Noivas de Guerra e Os Vários Sabores da Vida.

 

Vencedores:

01 – Daniela Maciel

25 – Graça Águas

50 – Ana Margarida Rosa Rodrigues

75 – Mafalda Férias

100 – Selênia Telmo

 

Parabéns aos vencedores e obrigada a todos os participantes!



publicado por Rita Mello às 15:57 | link do entrada | comentar | favorito

Quinta-feira, 30.06.11

 

 

Não é fácil de fazer, mas o resultado compensa o esforço.

Misture 1/2 chávena de chocolate em pó e 1/2 chávena de açúcar. Junte leite frio até formar uma pasta. Acrescente 2 chávenas de leite quente. Ferva em lume brando, mexendo sempre, durante 8 minutos. Tire do lume e misture 170 gramas de chocolate em tablete. Numa tigela à parte, bata 6 gemas de ovo com 1/2 chávena de açúcar até formar um creme esbranquiçado. Junte a mistura de chocolate, mexendo vigorosamente. Aqueça, mas sem deixar ferver; junte 1/2 chávena de xarope de açúcar; arrefeça num banho de água fria e, finalmente, acrescente 2 chávenas de natas espessas antes de congelar.



publicado por Rita Mello às 09:51 | link do entrada | comentar | favorito

Quarta-feira, 29.06.11

 

 

Escolha 30 morangos suculentos com bastante aroma, parta-os e pique-os e passe-os por um coador; adicione 1 chávena de açúcar e 1/2 litro de leite de vaca gordo; misture bem e mexa enquanto congela. Não precisa de mais nada, mas pode aromatizá-lo com um pouco de hortelã ou pimenta branca, a gosto.



publicado por Rita Mello às 10:03 | link do entrada | comentar | favorito

Segunda-feira, 27.06.11

 

Para além de A Rainha dos Gelados, que romances de Anthony Capella foram já publicados pela ASA?

 

Envie a sua resposta para joanneharris@sapo.pt – e se estiver correcta e for a 1.ª, a 25.ª, a 50.ª  75.ª ou a 100.ª a chegar, ganha automaticamente um dos cinco exemplares de A Rainha dos Gelados, de Anthony Capella, que a ASA tem para oferecer. A data limite é quinta-feira, dia 30 de Junho.



publicado por Rita Mello às 10:19 | link do entrada | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 22.06.11

 

Sorvete de romã e champanhe

Gelado de canela e tarte de maçã

Mousse de gengibre e pétalas de rosa

Chocolate: todas as combinações possíveis e imaginárias…

 

Irão estas iguarias derreter-lhe o coração?

 

 

Já ouvi o amor ser comparado a um fogo, mas essa comparação está errada. O amor é como o gelo. Penetra no nosso corpo de forma furtiva.

Quando vi Louise, o mundo parou.

Amava-a, e nunca a poderia ter. Sabia que outro a amava também.

Mas ele era rei e eu não. Ele podia tê-la e eu não. O gelo acabaria por deixar o seu coração, mas ficaria para sempre no meu.

 

1670. No palácio de Versalhes, que alberga a corte mais elegante do mundo, o jovem Carlo Demirco é famoso pela sua arte de fazer gelados. As suas técnicas trouxeram-lhe riqueza, os favores de Luís XIV e a admiração de todas as mulheres. Todas excepto a que ama: Louise, a dama de companhia de Henrietta, irmã do rei de Inglaterra. Quando Henrietta morre, Louise e Carlo são enviados para Londres como presente para o rei em sofrimento. Chegados a um país de costumes pouco refinados, cujo rei rapidamente se dispõe a seduzir Louise custe o que custar, torna-se claro para ambos que as suas únicas armas serão uma boa dose de diplomacia e quantidades extravagantes de gelo.



publicado por Rita Mello às 11:49 | link do entrada | comentar | ver comentários (4) | favorito

 

“Neste romance gastronómico, Anthony Capella explora a ardente história do gelado.”

The Independent

 

“Maravilhosamente escrito, com personagens sumptuosas e condimentado com receitas de fazer crescer água na boca… É ficção histórica no seu melhor.”

Candis

 

“Um romance envolvente na melhor tradição de O Perfume; delicioso, irresistível e arrebatadoramente gelado.”

The Daily Mail

 

“Uma história de amor onde se cruzam salpicos de História e maravilhosas descrições de comida. Os fãs de Capella não irão ficar desapontados.”

Wisbech Standard

 

“Delicioso.”

Star Magazine

 



publicado por Rita Mello às 11:41 | link do entrada | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 31.05.11

 

 

 

 

 

 



publicado por Rita Mello às 16:09 | link do entrada | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 27.05.10

 

Na melhor tradição de romances como Chocolate e O Bandolim do Capitão Corelli, um relato mágico de paixão, delícias gastronómicas e Itália.

 

O capitão James Gould chega à Nápoles da Segunda Guerra Mundial com a missão de desencorajar os casamentos entre soldados britânicos e as suas belas namoradas italianas. Quando se torna demasiado bom no seu trabalho, as jovens locais conseguem que ele empregue Livia, uma rapariga de uma aldeia do Vesúvio, como sua cozinheira, na esperança de que as suas qualidades fantásticas na cozinha – para já não falar na sua beleza – o distraiam. Sob a sua influência, James deixa de se preocupar com assuntos tão pouco importantes como as noivas de guerra, o mercado negro e a corrupção da máfia, entre outros, pois o tempo passado na cozinha pode ser tão divertido e excitante como o próprio banquete da vida!

Mas quando o Vesúvio entra em erupção, destruindo a aldeia de Livia, ele tem de escolher entre obedecer a ordens ou ao coração.



publicado por Rita Mello às 17:02 | link do entrada | comentar | favorito

 

 

"Noivas de Guerra é uma dessas histórias assumidamente animadoras que nos está mesmo a pedir para ser lida ao sol – de preferência ao sol italiano, uma vez que o livro nos faz desejar estar lá a beber um bom vinho.”

The Times

 

“Carregado com o mesmo colorido e energia de Receitas de Amor, a sua obra anterior, esta história mistura romance com delícias gastronómicas.”

Good Housekeeping

 

“Uma irresistível combinação de amor, humor e comida deliciosa.”

Yours

 

“Uma leitura sensual e resplandecente que prenderá a imaginação do leitor.”

Heat

 

“Comida, Itália e romance são as imagens de marca de Anthony Capella Noivas de Guerra é mais uma das suas combinações deliciosas.”

InStyle

 

“O relato original de Capella é uma obra de ficção feminina habilmente construída, com personagens cativantes e romance cintilante. Recomendado.”

Library Journal



publicado por Rita Mello às 17:00 | link do entrada | comentar | favorito

Quarta-feira, 26.05.10

 

 

 

Laura é o estereótipo da mulher com que sonha qualquer homem italiano: é jovem, bonita e está apenas de passagem por Itália. Beneficiando de um programa de intercâmbio, saiu dos Estados Unidos e vai passar um ano em Roma a estudar História da Arte. Cansada dos homens que lhe têm cabido em sorte, decide que abrirá o seu coração apenas a um tipo de homem muito particular: um chef.

Tommaso é atraente e um sedutor nato. Tem um fraquinho por mulheres estrangeiras e, com o objectivo de conquistar Laura, diz-lhe que é chef num dos melhores restaurantes de Itália. Na realidade, é apenas um humilde empregado de mesa.

O melhor amigo de Tommaso, Bruno, que é realmente chef – e um chef brilhante – concorda em ajudá-lo nesta missão de sedução culinária. Por ironia do destino, apaixona-se perdidamente por Laura. Mas a timidez e a lealdade para com o amigo levam-no a cozinhar em segredo…

Tendo Roma como pano de fundo, estas três personagens envolvem-se em aventuras e desventuras apenas possíveis na exuberante Cidade Eterna.


Inspirado em Cyrano de Bergerac, Receitas de Amor é uma comédia de equívocos, plena de romance, magia culinária e da sensual atmosfera de Itália.

Um livro delicioso que deve ser saboreado por todos os fãs de comédias românticas, pelos apreciadores da boa mesa e pelos viajantes de sofá.



publicado por Rita Mello às 16:18 | link do entrada | comentar | favorito

 

“Acho que a expressão ‘Um livro delicioso que deve ser saboreado por todos os fãs de comédias românticas, pelos apreciadores de boa mesa e pelos viajantes de sofá’ exprime muito bem a natureza deste livro.

Para ler nas férias ou em casa, nos transportes ou ao ar livre, posso garantir um livro divertidíssimo com graves efeitos secundários: muita fome!

Quando o terminei fiz um fabuloso prato de pasta!”

 Planeta Márcia

 

“Um livro giro, leve e divertido!”

 Uma Biblioteca Aberta

 

“Se O Código Da Vinci levou imensas pessoas a Paris, o Receitas de Amor promete levar bastantes à cidade eterna. Sobretudo mulheres. De livro na mão e água na boca.”

Lume Brando

 

 

“Um livro que tem uma escrita muito simples e acessível que acaba por nos prender, recomendo a quem tenha curiosidade em ir a Itália ou a quem queira lá voltar.”

Receitas e Livros



publicado por Rita Mello às 16:17 | link do entrada | comentar | favorito

 

 

 

“Sendo um livro sobre o amor e sobre o lado hilariante da forma como actuam conquistador, conquistado e quem deseja conquistar, este livro é também uma enorme e interessantíssima viagem a Itália e à sua riqueza gastronómica.”

Jornal de Negócios


“Leiam! Aposto que quando o fecharem vão estar várias horas a decidir se querem comer tagliatelle, tortellini ou gnocchi e a desejar passear naquelas ruas belissimas de uma das duas cidades-museu do mundo.”

Os Meus Livros


”Uma forma de saborear boa comida sem que nos preocupemos com as calorias … Uma comédia romântica e culinária.”

Heat


”De ficar com água na boca… Uma divertidíssima história de sedução e subterfúgio… uma fantástica sequência de sensações.”

What’s On London


”Uma receita que contém todos os ingredientes necessários…”

Glamour


”Imbuído da atmosfera única de Itália, da luz do sol e de receitas de amor: que mais se pode desejar?”

Evening Herald



publicado por Rita Mello às 16:15 | link do entrada | comentar | favorito

Segunda-feira, 24.05.10

 

 

 

Quais são para si os vários sabores da vida?


Vencedores:

 

Angelina Rosa Nogueira Santos Violante:

O que somos nós

Sem os sabores que a


Vida nos

Apresenta, temos de ser como

Rios que correm sem

Ilusões nem preocupações,

Odores que criam variados

Sabores que nos dão múltiplas


Sensações todas

Arrebatadoras à sua maneira,

Bolas multicolores,

Onde tudo é permitido

Regressar à infância cheia de

Especiais recordações

Sem as quais nada nos


Daria tanto paladar

Antes de voltar a


Viver numa grande

Imaginação que nos

Deixa inebriados

A sentir o sabor de tudo


Joana Rocha:

Sabe a café e chocolate, a vida, e a bolo de laranja e bolo de ananás, e a "charlotte" de ananás e "clafoutis" de morango e a mousse de manga, sabe a ovos fritos pela manhã, sabe a pão caseiro e a queijo da serra; mas sabe a luar e a mar e sabe a serra e a terra molhada e a pés descalços na areia molhada, sabe a sol nos cabelos, sabe a flores: a rosas de Maio, sabe a girassóis, a Van Gogh, a Monet e Manet, sabe a Dali e Picasso. Umas vezes, a paz e outras a guerra; sabe a versos e contraversos, controvérsias, sabe a poema e prosa, sabe a letras, frases, textos, sabe a pretextos e contextos; sabe a vinho, a vida; e sabe a Baudelaire, sabe a Deus e ao diabo, ao existente e ao inexistente, ao Norte e ao Sul e ao Este e ao Oeste e às estações do ano todas, sabe ao frio nos lábios e a astrolábios, sabe ao quente e ao dormente, sabe a doente e a emoção, sabe a razão, a isto e àquilo, a tudo para uns e a nada para outros, sabe a morte, a renascer, sabe a vida, a vida.

 

Maria Justo:

Sabor a mel,

Dado pelos meus filhos,

Sabor a fel,

Dado pela minha sogra,

Um sabor a Amor fiel,

Dado pelo meu Jaquim,

Sabor a incenso malcheiroso e anti-bruxarias,

Que vem da janela da minha vizinha,

E um sabor intenso e viciante a chocolate,

Dado pelos livros à minha alma!

 

Andreia Silva:

Os sabores da vida são tantos que não cabem em nenhuma folha de papel.


É doce quando amamos, desejamos e sentimos...

É azeda quando choramos, cansamo-nos e rompemos...

É amarga quando nos magoamos, perdemos e zangamo-nos...

É salgada quando tocamos, beijamos e nos apaixonamos...

É picante quando nos unimos e electrizamos...


Pode saber a mel ou a sal, pode ter o sabor do vinagre ou do limão ou ainda picar na língua com pimenta, mas a vida está sempre bem apurado  e é simples de fazer: não há receita, basta viver!

 

Ana Mendes:

Os vários sabores da vida podem definir-se através de uma colorida salada de fruta: a vida tem sabor de cereja cada vez que o meu amor me beija, tem sabor de ananás cada vez que ele vai embora sem olhar para trás, tem sabor de pêssego cada vez que procuro e encontro paz e sossego, tem sabor de romã cada vez que um doce sonho nasce e precede o amanhã…


Parabéns aos vencedores e obrigada a todos os participantes!



publicado por Rita Mello às 17:28 | link do entrada | comentar | ver comentários (9) | favorito

Terça-feira, 18.05.10

 

Quais são para si os vários sabores da vida?


Responda de forma criativa (e sucinta) a esta questão e habilite-se a ganhar um dos cinco exemplares de Os Vários Sabores da Vida , de Anthony Capella , que a ASA tem para lhe oferecer. A frase terá de ser enviada até quinta-feira, dia 20 de Maio, para joanneharris@sapo.pt


Podem ler os primeiros capítulos de Os Vários Sabores da Vida, de Anthony Capella, aqui.



publicado por Rita Mello às 11:49 | link do entrada | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sexta-feira, 14.05.10

 

 

 

Quem é ele, este jovem que se encaminha descontraidamente para nós em Regent Street, com um cravo na lapela e uma bengala na mão? Poderíamos deduzir que vive bem pois está vestido com as roupas mais modernas, mas estaríamos enganados; poderíamos deduzir que aprecia coisas de qualidade, pois pára para admirar a montra do Liberty, o novo armazém dedicado aos últimos estilos, ou será simplesmente o seu reflexo que está a admirar, os anéis de cabelo encaracolado que lhe dão pelos ombros, em profundo contraste com os outros transeuntes? Poderíamos deduzir que está com fome, pois os seus passos ganham considerável ímpeto levando-o em direcção ao Café Royal, esse labirinto de bisbilhotice e salas de jantar, próximo de Piccadilly; e que é cliente habitual aqui, pela forma como trata o empregado de mesa pelo nome e tira um Pall Mall Gazette do escaparate, a caminho de uma mesa. Talvez pudéssemos inclusivamente concluir que é escritor, pela forma como se detém para anotar qualquer coisa no livro de notas encadernado a pele de bezerro com que anda.

Venham; vou apresentá-los. Sim, admito – conheço este jovem absurdo e, em breve, também o conhecerão. Talvez, ao fim de uma ou duas horas na sua companhia, considerem que o conhecem bem de mais. Duvido que venham a simpatizar com ele: não tem importância, eu próprio não simpatizo muito. Ele é… enfim, verão o que ele é. Mas talvez possam ver para lá disso e imaginar no que ele se tornará. Tal como o café não revela o seu verdadeiro sabor antes de ser colhido, descascado, torrado e infuso, este espécime em particular possui uma ou duas virtudes que acompanham os seus vícios, embora possa ser necessário olhar com mais atenção para as detectar… É que, apesar dos seus defeitos, mantenho uma espécie de afeição exasperada pelo sujeito.

É o ano de 1896. O seu nome é Robert Wallis. Tem vinte e dois anos de idade. Sou eu próprio, uma versão mais jovem de mim, há muitos anos.

 

Podem continuar a ler os primeiros capítulos de Os Vários Sabores da Vida , de Anthony Capella , aqui.



publicado por Rita Mello às 15:54 | link do entrada | comentar | favorito

arquivos

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

a arte de amar

a casa do lago

a crítica

a herança

a leste do sol

a melodia do amor

a menina na falésia

a noiva italiana

agatha christie

agnès desarthe

agridoce

alice hoffman

alona kimhi

annie murray

anthony capella

as meninas dos chocolates

as raparigas da villa

as regras da sedução

as vidas privadas de pippa lee

autobigrafia

barbara e stephanie keating

barbara taylor bradford

bernardine kennedy

bernhard schlink

biografia

casamento de conveniência

chimamanda ngozi adichie

chris cleave

cinema

coleção crime à hora do chá

concurso

confissões ao luar

corações sagrados

crítica

crónica de paixões & caprichos

daniel mason

divorciada aos 10 anos

doces aromas

documentos

domenica de rosa

elizabeth edmondson

entrevista

esther freud

excerto

filme

jaycee dugard

jean sasson

joanne harris

jogos de sedução

julia gregson

julia quinn

kate jacobs

katherine webb

kunal basu

lesley pearse

lições de desejo

lili la tigresse

lucinda riley

madeline hunter

mary balogh

mil noites de paixão

natasha solomons

nicholas sparks

nicky pellegrino

nojoud ali

nunca digas adeus

nunca me esqueças

o clube de tricô de sexta à noite

o português inquieto

o segredo de sophia

os ingredientes do amor

os pecados de lord easterbrook

paullina simons

pequena abelha

prémios

procuro-te

quem quer ser bilionário

rani manicka

razões do coração

rebecca miller

roopa farooki

sam bourne

sarah dunant

segue o coração – não olhes para trás

seis suspeitos

sinopse

susanna kearsley

teu para sempre

top

trailer

trilogia langani

um verão em siena

uma carta inesperada

uma casa de família

uma noite de amor

uma vida ao teu lado

vida roubada

vídeo

vikas swarup

w bruce cameron

todas as tags

subscrever feeds