Quinta-feira, 22.01.09

Carla Simões:

Para conquistar o Carneiro fogoso, impulsivo e activo da minha vida eu prepararia uma saída romântica, apimentada por uma refeição num restaurante mexicano, para manter a chama bem acesa! Tudo isto seria bem ao gosto de Carneiro que adora desafios e procura experiências que lhe proporcionem adrenalina.
Depois logo se veria como continuaria a noite, mas certamente que seria intensa... pois Carneiro é motivado por desafios e há que mantê-lo interessado!
 
Célia Marteniano:
Para conquistar um capricorniano, signo desconfiado por natureza, é necessário criar um ambiente calmo e descontraído. Nada melhor que um passeio nocturno na praia, sob um céu estrelado, ouvindo as ondas do mar sob a conjugação perfeita dos astros. Uma pitada de sal, uma pitada de areia, uma pitada de luar… E o cenário seria perfeito para uma noite inesquecível.
 
Citando Elsa Afonso:
Preparava um encontro casual no elevador... Simulava que tinha falta de ar e quando o elevador abrisse já estávamos de lábios selados.
 
Tânia Batista:
Uma manta de paixão estendida no areal
chocolates para adoçar o paladar;
as ondas seriam a música
igualando uma perfeição única
para o doce escorpião conquistar
num cenário bem real.
 
Katy Miller:
Naquela noite, não havia senão estrelas no céu. A lua observava-nos, inerte. Não dissemos uma única palavra. Olhámos para trás: a nossa tenda iluminada por lindas velas aromáticas, cheia de um embriagante cheiro a incenso. O perfume ia-nos adormecendo os sentidos à medida que tudo o que estava à nossa volta se parecia dissolver no ar. Olhámo-nos: era a primeira vez que lhe lia os pensamentos assim e o ouvia dizer que me amava tanto quanto eu o amo a ele. Permanecemos sós trocando carícias, brindando apenas ao facto de termos, brincando ao sabor da brisa, acabado de acordar para a vida.


publicado por Rita Mello às 12:29 | link do entrada | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 19.01.09

O prazo para a recepção das respostas ao passatempo O Ano Tem Doze Homens termina hoje à meia-noite. Os vencedores vão ser anunciados na quarta-feira.

Sejam criativos e boa sorte!



publicado por Rita Mello às 12:26 | link do entrada | comentar | ver comentários (3) | favorito

Segunda-feira, 12.01.09

Que encontro romântico prepararia para conquistar a pessoa do seu signo ideal?

Responda com criatividade a esta questão e habilite-se a ganhar um dos cinco exemplares de O Ano Tem Doze Homens que a ASA tem para lhe oferecer. A frase terá de ter no máximo 500 caracteres e de ser enviada para o e-mail joanneharris@sapo.pt.



publicado por Rita Mello às 16:00 | link do entrada | comentar | favorito

Sexta-feira, 09.01.09

CAPRICÓRNIO

22 de Dezembro a 20 de Janeiro

  

Hoje vou revelar-lhe uma grande novidade: existe uma vida para além do escritório. Vá até à porta e veja com os seus próprios olhos. Saia daí, mesmo que hoje tenha planeado abandonar a sua secretária. A sua agenda está cheia? Deite-a fora e compre uma nova!
Seja espontâneo! Conheça pessoas novas! Vá de avião até Katmandu! Também não sei onde fica. Pelo nome, deve ser África. Vá lá, pegue numa T-shirt e num fato de banho e arranque! Não é preciso saber tudo antes. Se já se soubesse tudo antes, ainda haveria casamentos? Ainda se ensinaria os filhos a falar? Claro que não.
Hoje vamos pintar a manta. Júpiter está em óptima posição para pintar a manta. Telefone para o trabalho e diga que está com varicela. Sim, já sei que não tem varicela. Minta! As estrelas estão bem posicionadas para mentiras de todo o género. Não faz mal nenhum. As mentiras são como a masturbação. Todos os fazem, só não gostam de ser apanhados. É muito simples. Pode acreditar em mim – sou especialista nisso. Em mentir, claro. Vai ver, irá resultar às mil maravilhas.
E depois, rambazamba! O que quer isto dizer? Então, quer dizer rambazamba. Festas. Álcool e sexo e… sei lá, sexo e álcool.
E já que estamos a falar nisto: não só há uma vida para além do trabalho, como também há sexo para além da cama. Basta dizer: mesa da cozinha. Sim, não é confortável. Mas de onde é que pensa que vem a palavra paixão? Por isso, coragem! Se deve cobrir a mesa com uma toalha antes? Por mim tudo bem, se isso o excita. Almofadas? Não, almofadas não. Quer colocar antes um colchão de espuma?
Sabe uma coisa, esqueça a mesa da cozinha! Existem outros sítios tentadores. Basta dizer: banheira.
Ah, não toma banho. Claro, é preciso ter cuidado com a acidez da camada de protecção da pele. Pois então não pode ser na banheira. Mas ainda havemos de encontrar algo de que goste. Basta dizer: elevador. Parque de estacionamento subterrâneo. Cabine telefónica.
Não tem vontade? Pensei que tínhamos concordado em libertarmo-nos e deixar tudo correr espontaneamente. Não tem tempo? Tem de acabar o relatório do trimestre? Horas extraordinárias? Não tem cabeça para excessos espontâneos?
Então, mude pelo menos a imagem de fundo no seu computador, rambazamba! Neptuno está óptimo para aventuras.

 

Continue a ler o primeiro capítulo de O Ano Tem Doze Homens aqui.



publicado por Rita Mello às 17:16 | link do entrada | comentar | ver comentários (3) | favorito

 

Da calma aparente de uma Dona de Casa Desesperada à vida de glamour de O Sexo e a Cidade bastou uma conjugação astrológica muito especial…

Pia escreve horóscopos para uma revista feminina e tem uma vida confortável ao lado do seu namorado Stefan. Mas o dia de Natal tem para a jovem planos muito diferentes daqueles que ela traçara; planos que incluem um relógio frito, um anel inoportuno e uma intempestiva saída de casa. Tudo piora quando Stefan se apaixona por outra mulher. Pia decide então reinventar-se. Para isso, faz uma aposta com a sua melhor amiga: Pia, a astróloga, envolver-se-á com um representante de cada signo; está, contudo, proibida de se apaixonar… o que não é assim tão simples, porque encontros de uma noite podem ser mais do que mera diversão. Além disso, os sentimentos de Pia têm sempre a mania de se meter pelo meio. Depois de doze meses de astrologia romântica, as estrelas parecem estar finalmente bem posicionadas e, nessa altura, Pia vai ter de tomar a mais importante decisão da sua vida.



publicado por Rita Mello às 12:45 | link do entrada | comentar | ver comentários (5) | favorito

O Ano Tem Doze Homens é, sem dúvida, um livro bastante divertido e imaginativo, que mistura astrologia e amor, mas que apela também aos sentimentos. Ao longo do livro assistimos à transformação de uma mulher que se deixou acomodar na vida. A forma como se reinventa é surpreendente e irá levá-la a uma série de loucas peripécias, ao mesmo tempo que as vidas das pessoas que lhe são mais próximas também vão sofrer grandes alterações. Mas, no fundo, Pia apenas procura aquilo que todas as mulheres desejam…



publicado por Rita Mello às 12:44 | link do entrada | comentar | favorito

 
Martina Paura nasceu em 1965 em Buchen, na Alemanha, onde ainda hoje vive. É autora de diversos contos. O Ano Tem Doze Homens é o seu primeiro romance e foi um bestseller estrondoso no seu país, tendo também sido publicado em diversos países.

 



publicado por Rita Mello às 12:41 | link do entrada | comentar | favorito

arquivos

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

a arte de amar

a casa do lago

a crítica

a herança

a leste do sol

a melodia do amor

a menina na falésia

a noiva italiana

agatha christie

agnès desarthe

agridoce

alice hoffman

alona kimhi

annie murray

anthony capella

as meninas dos chocolates

as raparigas da villa

as regras da sedução

as vidas privadas de pippa lee

autobigrafia

barbara e stephanie keating

barbara taylor bradford

bernardine kennedy

bernhard schlink

biografia

casamento de conveniência

chimamanda ngozi adichie

chris cleave

cinema

coleção crime à hora do chá

concurso

confissões ao luar

corações sagrados

crítica

crónica de paixões & caprichos

daniel mason

divorciada aos 10 anos

doces aromas

documentos

domenica de rosa

elizabeth edmondson

entrevista

esther freud

excerto

filme

jaycee dugard

jean sasson

joanne harris

jogos de sedução

julia gregson

julia quinn

kate jacobs

katherine webb

kunal basu

lesley pearse

lições de desejo

lili la tigresse

lucinda riley

madeline hunter

mary balogh

mil noites de paixão

natasha solomons

nicholas sparks

nicky pellegrino

nojoud ali

nunca digas adeus

nunca me esqueças

o clube de tricô de sexta à noite

o português inquieto

o segredo de sophia

os ingredientes do amor

os pecados de lord easterbrook

paullina simons

pequena abelha

prémios

procuro-te

quem quer ser bilionário

rani manicka

razões do coração

rebecca miller

roopa farooki

sam bourne

sarah dunant

segue o coração – não olhes para trás

seis suspeitos

sinopse

susanna kearsley

teu para sempre

top

trailer

trilogia langani

um verão em siena

uma carta inesperada

uma casa de família

uma noite de amor

uma vida ao teu lado

vida roubada

vídeo

vikas swarup

w bruce cameron

todas as tags

subscrever feeds