Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHOCOLATE PARA A ALMA – LER NÃO ENGORDA

CHOCOLATE PARA A ALMA – LER NÃO ENGORDA

08
Set10

PASSATEMPO – O FIM DE SEMANA

Rita Mello

 

 

Que obra de Bernhard Schlink adaptada ao cinema valeu um Óscar de Melhor Actriz a Kate Winslet?


Envie a sua resposta para joanneharris@sapo.pt – e se estiver correcta e for a 1.ª, a 25.ª, a 50.ª  75.ª ou a 100.ª a chegar, ganha automaticamente um dos cinco exemplares de O Fim de Semana , de Bernhard Schlink, que a ASA tem para oferecer. A data limite é domingo, dia 12 de Setembro.

06
Set10

O FIM DE SEMANA – BERNHARD SCHLINK

Rita Mello

 

 

Até onde iria para proteger os seus ideais?

 

Após mais de vinte anos de afastamento, um grupo de velhos amigos e amantes reúne-se durante um fim-de-semana. Numa casa de campo isolada desenterram memórias e comentam os diferentes rumos que as suas vidas tomaram. Mas esta não é uma simples reunião de amigos, nem as suas conversas sobre os velhos tempos constituem as típicas reminiscências de juventude. A verdade é que se juntaram para celebrar a libertação de um dos membros do grupo: após vinte e três anos de prisão, Jörg, condenado por terrorismo e homicídio, acaba de ser libertado.

No passado, este amigos partilhavam ideais revolucionários. Agora, todos eles asseguraram o seu lugar na sociedade: Henner é jornalista, Ulrich é um homem de negócios, Karin é pastora de uma pequena igreja e Ilse professora. Para trás parecem ter definitivamente ficado os dias de luta e idealismo…

 

Num mundo pós-11 de Setembro e Guerra do Iraque, O Fim de Semana debate a validade dos objectivos políticos e a sua actualidade, mas é também um exame psicológico das neuroses, paixões e receios das suas personagens.

06
Set10

O FIM DE SEMANA – A CRÍTICA

Rita Mello

 

 

“Um romance indispensável.”

L’Express

 

“O professor Schlink pode ser um especialista na letra da lei, mas o escritor Schlink é um intrépido explorador dos bastante mais arriscados terrenos do coração humano.”

Newsweek

 

Schlink devia estar no programa de todas as escolas e partidos políticos. Não por reabrir velhas feridas, mas por as curar da melhor maneira.”

OÖNachrichten

 

“Uma obra que balança entre as razões e os sentimentos da nossa época. Um grande livro!”

Le Point

 

“Em O Fim de Semana, está patente a grande capacidade de Bernhard Schlink para encarnar nas suas personagens, a sua arte de entrar na complexidade dos seres.”

Lire

 

Schlink encontra a ferida aberta na Alemanha dos dias de hoje.”

Süddeutsche Zeitung

 

“Convincente.”

Die Welt

 

“Impressionante… Com uma brilhante constelação de personagens e diálogos inteligentes.”

Abendzeitung

 

“Apaixonante e arrebatador.”

Westfälische Rundschau

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

O Meu Outro Blogue

  •  
  • Editoras

  •  
  • Escritoras

  •  
  • Blogues

    Arquivo

    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2014
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2013
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2012
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2011
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2010
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2009
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2008
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D