Sexta-feira, 01.07.11

 

 

Para além de A Rainha dos Gelados, que romances de Anthony Capella foram já publicados pela ASA?

Resposta: Receitas de Amor, Noivas de Guerra e Os Vários Sabores da Vida.

 

Vencedores:

01 – Daniela Maciel

25 – Graça Águas

50 – Ana Margarida Rosa Rodrigues

75 – Mafalda Férias

100 – Selênia Telmo

 

Parabéns aos vencedores e obrigada a todos os participantes!



publicado por Rita Mello às 15:57 | link do entrada | comentar | favorito

Segunda-feira, 24.05.10

 

 

 

Quais são para si os vários sabores da vida?


Vencedores:

 

Angelina Rosa Nogueira Santos Violante:

O que somos nós

Sem os sabores que a


Vida nos

Apresenta, temos de ser como

Rios que correm sem

Ilusões nem preocupações,

Odores que criam variados

Sabores que nos dão múltiplas


Sensações todas

Arrebatadoras à sua maneira,

Bolas multicolores,

Onde tudo é permitido

Regressar à infância cheia de

Especiais recordações

Sem as quais nada nos


Daria tanto paladar

Antes de voltar a


Viver numa grande

Imaginação que nos

Deixa inebriados

A sentir o sabor de tudo


Joana Rocha:

Sabe a café e chocolate, a vida, e a bolo de laranja e bolo de ananás, e a "charlotte" de ananás e "clafoutis" de morango e a mousse de manga, sabe a ovos fritos pela manhã, sabe a pão caseiro e a queijo da serra; mas sabe a luar e a mar e sabe a serra e a terra molhada e a pés descalços na areia molhada, sabe a sol nos cabelos, sabe a flores: a rosas de Maio, sabe a girassóis, a Van Gogh, a Monet e Manet, sabe a Dali e Picasso. Umas vezes, a paz e outras a guerra; sabe a versos e contraversos, controvérsias, sabe a poema e prosa, sabe a letras, frases, textos, sabe a pretextos e contextos; sabe a vinho, a vida; e sabe a Baudelaire, sabe a Deus e ao diabo, ao existente e ao inexistente, ao Norte e ao Sul e ao Este e ao Oeste e às estações do ano todas, sabe ao frio nos lábios e a astrolábios, sabe ao quente e ao dormente, sabe a doente e a emoção, sabe a razão, a isto e àquilo, a tudo para uns e a nada para outros, sabe a morte, a renascer, sabe a vida, a vida.

 

Maria Justo:

Sabor a mel,

Dado pelos meus filhos,

Sabor a fel,

Dado pela minha sogra,

Um sabor a Amor fiel,

Dado pelo meu Jaquim,

Sabor a incenso malcheiroso e anti-bruxarias,

Que vem da janela da minha vizinha,

E um sabor intenso e viciante a chocolate,

Dado pelos livros à minha alma!

 

Andreia Silva:

Os sabores da vida são tantos que não cabem em nenhuma folha de papel.


É doce quando amamos, desejamos e sentimos...

É azeda quando choramos, cansamo-nos e rompemos...

É amarga quando nos magoamos, perdemos e zangamo-nos...

É salgada quando tocamos, beijamos e nos apaixonamos...

É picante quando nos unimos e electrizamos...


Pode saber a mel ou a sal, pode ter o sabor do vinagre ou do limão ou ainda picar na língua com pimenta, mas a vida está sempre bem apurado  e é simples de fazer: não há receita, basta viver!

 

Ana Mendes:

Os vários sabores da vida podem definir-se através de uma colorida salada de fruta: a vida tem sabor de cereja cada vez que o meu amor me beija, tem sabor de ananás cada vez que ele vai embora sem olhar para trás, tem sabor de pêssego cada vez que procuro e encontro paz e sossego, tem sabor de romã cada vez que um doce sonho nasce e precede o amanhã…


Parabéns aos vencedores e obrigada a todos os participantes!



publicado por Rita Mello às 17:28 | link do entrada | comentar | ver comentários (9) | favorito

Terça-feira, 18.05.10

 

Quais são para si os vários sabores da vida?


Responda de forma criativa (e sucinta) a esta questão e habilite-se a ganhar um dos cinco exemplares de Os Vários Sabores da Vida , de Anthony Capella , que a ASA tem para lhe oferecer. A frase terá de ser enviada até quinta-feira, dia 20 de Maio, para joanneharris@sapo.pt


Podem ler os primeiros capítulos de Os Vários Sabores da Vida, de Anthony Capella, aqui.



publicado por Rita Mello às 11:49 | link do entrada | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sexta-feira, 14.05.10

 

 

 

Quem é ele, este jovem que se encaminha descontraidamente para nós em Regent Street, com um cravo na lapela e uma bengala na mão? Poderíamos deduzir que vive bem pois está vestido com as roupas mais modernas, mas estaríamos enganados; poderíamos deduzir que aprecia coisas de qualidade, pois pára para admirar a montra do Liberty, o novo armazém dedicado aos últimos estilos, ou será simplesmente o seu reflexo que está a admirar, os anéis de cabelo encaracolado que lhe dão pelos ombros, em profundo contraste com os outros transeuntes? Poderíamos deduzir que está com fome, pois os seus passos ganham considerável ímpeto levando-o em direcção ao Café Royal, esse labirinto de bisbilhotice e salas de jantar, próximo de Piccadilly; e que é cliente habitual aqui, pela forma como trata o empregado de mesa pelo nome e tira um Pall Mall Gazette do escaparate, a caminho de uma mesa. Talvez pudéssemos inclusivamente concluir que é escritor, pela forma como se detém para anotar qualquer coisa no livro de notas encadernado a pele de bezerro com que anda.

Venham; vou apresentá-los. Sim, admito – conheço este jovem absurdo e, em breve, também o conhecerão. Talvez, ao fim de uma ou duas horas na sua companhia, considerem que o conhecem bem de mais. Duvido que venham a simpatizar com ele: não tem importância, eu próprio não simpatizo muito. Ele é… enfim, verão o que ele é. Mas talvez possam ver para lá disso e imaginar no que ele se tornará. Tal como o café não revela o seu verdadeiro sabor antes de ser colhido, descascado, torrado e infuso, este espécime em particular possui uma ou duas virtudes que acompanham os seus vícios, embora possa ser necessário olhar com mais atenção para as detectar… É que, apesar dos seus defeitos, mantenho uma espécie de afeição exasperada pelo sujeito.

É o ano de 1896. O seu nome é Robert Wallis. Tem vinte e dois anos de idade. Sou eu próprio, uma versão mais jovem de mim, há muitos anos.

 

Podem continuar a ler os primeiros capítulos de Os Vários Sabores da Vida , de Anthony Capella , aqui.



publicado por Rita Mello às 15:54 | link do entrada | comentar | favorito

Quinta-feira, 13.05.10

 

Do autor de Receitas de Amor e Noivas de Guerra

 

Num momento de distracção, num lugar inesperado, a aventura de uma vida está prestes a começar…

 

Londres, 1896. Robert Wallis, um boémio aspirante a poeta, aceita a proposta de um enigmático mercador de café para compor um “vocabulário de cafés” que capte os seus variados e ricos sabores. Inebriado pelos seus arrebatadores aromas, e pela ainda mais arrebatadora presença de Emily, a filha do mercador, Robert apaixona-se perdidamente. O mundo de Emily é igualmente abalado por esta proximidade: a pouco e pouco, também ela descobre que não é possível despertar alguns sentidos sem desafiar outros.

A contragosto, Robert parte para África em busca da origem do melhor café do mundo. O exotismo do continente africano apanha-o de surpresa. De deslumbramento em deslumbramento, Robert será apresentado à cerimónia tradicional abissínia do café pela mão de Fikre, a escrava de um homem poderoso. E quando Fikre se atreve a dar-lhe às escondidas um grão de café muito especial, tudo o que Wallis julgava saber – sobre café, amor e ele próprio – começa a ser questionado…

 

Uma arrebatadora e sensual história de amor que atravessa duas décadas e três continentes, Os Vários Sabores da Vida é um exótico e inesquecível festim para os sentidos, do autor de Receitas de Amor e Noivas de Guerra.



publicado por Rita Mello às 11:16 | link do entrada | comentar | favorito

 

 

 

“Delicioso em todos os sentidos.”

The Sunday Times

 

“O domínio intensamente sensual das artes do romance e da gastronomia vai conquistar os leitores.”

Booklist

 

Anthony Capella está em grande forma. Uma infusão eclética de elementos tão distintos como o comércio de café, o sufrágio feminino, viagens e esclavagismo, condimentada com uma história de amor exótica.”

The Seattle Times

 

“Uma história arrebatadora, carregada de reviravoltas e surpresas, paixão e, é claro, café.”

The Boston Globe

 

“Uma história erótica e exótica que cimenta a reputação de Anthony Capella como escritor de ficção gourmet.”

The Economist

 

“Magistral.”

Kirkus Reviews



publicado por Rita Mello às 11:15 | link do entrada | comentar | favorito

 

Anthony Capella nasceu no Uganda, em 1962, e mora no Oxfordshire, em Inglaterra. Estudou em Oxford e licenciou-se em Literatura Inglesa. Para além de A Rainha dos Gelados, no catálogo da ASA estão já publicados os seus romances Receitas de Amor, Noivas de Guerra, ambos a serem adaptados para o cinema, e Os Vários Sabores da Vida. Os seus livros estão traduzidos para dezanove línguas. Para além de romances, escreve regularmente sobre gastronomia e viagens para o The Sunday Times.


Para mais informações sobre o autor pode consultar o site www.anthonycapella.com



publicado por Rita Mello às 11:12 | link do entrada | comentar | favorito

Sexta-feira, 30.04.10

 

 



publicado por Rita Mello às 09:06 | link do entrada | comentar | favorito

arquivos

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

a arte de amar

a casa do lago

a crítica

a herança

a leste do sol

a melodia do amor

a menina na falésia

a noiva italiana

agatha christie

agnès desarthe

agridoce

alice hoffman

alona kimhi

annie murray

anthony capella

as meninas dos chocolates

as raparigas da villa

as regras da sedução

as vidas privadas de pippa lee

autobigrafia

barbara e stephanie keating

barbara taylor bradford

bernardine kennedy

bernhard schlink

biografia

casamento de conveniência

chimamanda ngozi adichie

chris cleave

cinema

coleção crime à hora do chá

concurso

confissões ao luar

corações sagrados

crítica

crónica de paixões & caprichos

daniel mason

divorciada aos 10 anos

doces aromas

documentos

domenica de rosa

elizabeth edmondson

entrevista

esther freud

excerto

filme

jaycee dugard

jean sasson

joanne harris

jogos de sedução

julia gregson

julia quinn

kate jacobs

katherine webb

kunal basu

lesley pearse

lições de desejo

lili la tigresse

lucinda riley

madeline hunter

mary balogh

mil noites de paixão

natasha solomons

nicholas sparks

nicky pellegrino

nojoud ali

nunca digas adeus

nunca me esqueças

o clube de tricô de sexta à noite

o português inquieto

o segredo de sophia

os ingredientes do amor

os pecados de lord easterbrook

paullina simons

pequena abelha

prémios

procuro-te

quem quer ser bilionário

rani manicka

razões do coração

rebecca miller

roopa farooki

sam bourne

sarah dunant

segue o coração – não olhes para trás

seis suspeitos

sinopse

susanna kearsley

teu para sempre

top

trailer

trilogia langani

um verão em siena

uma carta inesperada

uma casa de família

uma noite de amor

uma vida ao teu lado

vida roubada

vídeo

vikas swarup

w bruce cameron

todas as tags

subscrever feeds